Seminário Mundos Juvenis - 25 de Setembro de 2013

 

"O mundo não é tão grande!": Notas sobre sentidos e práticas de viagem entre mochileiros contemporâneos.


Por Igor Monteiro (Universidade Federal do Ceará)

Nas últimas duas décadas, as viagens independentes de longa duração vem crescendo em popularidade. Servindo-se, sobretudo, dos desenvolvimentos de novas tecnologias de transporte e comunicação, um número cada vez maior de sujeitos empreende jornadas que buscam cruzar diversas regiões, países e cidades, contabilizadas muito mais em meses, ou até anos, que circunscritas aos breves períodos de férias ou feriados. Tais tipos de deslocamento conferem, assim, um caráter distinto à experiência turística, conformando uma prática de viagem que muitas vezes dela intenta se afastar. É desse "movimento" de sujeitos - popularmente conhecidos como mochileiros ou backpackers - que a comunicação em questão objetiva ocupar-se. Quem, concretamente, são os sujeitos das viagens independentes? Quais são suas nacionalidades, dimensões etárias e de género? Por quais motivações desejaram empreender seus deslocamentos? Como atribuem sentido às suas práticas de viagem? Como, do ponto de vista material, estruturam suas viagens? Que fontes de informação são mobilizadas antes e durante seus trajetos? De que maneira experienciam o retorno aos seus lugares de origem? Essas são algumas das inquietações que norteiam essa pesquisa, ainda em andamento, e que serão partilhadas durante a apresentação.


Igor Monteiro Silva – Doutorando do Programa de Pós-Graduação em Sociologia da Universidade Federal do Ceará (UFC). Como bolsista CAPES, desenvolve estágio doutoral no Instituto de Ciências Sociais da Universidade de Lisboa (ICS-UL), sob orientação do Professor Dr. José Machado Pais.

  • Faixa publicitária
  • Faixa publicitária
  • Faixa publicitária

Contacte-nos