Workshops Juventude, Escola e Modernidade 13 de Janeiro 2016

 

Trabalho docente entre os professores de sociologia no ensino médio brasileiro
 

13 janeiro 2016, 14h30

O trabalho docente do professor de Sociologia no Brasil assistiu a uma mudança a partir de 1996 quando a legislação brasileira no domínio da educação incluiu a Sociologia como disciplina obrigatória em todo Ensino Médio. Apesar da inserção gradual e expansão do campo de trabalho no magistério, a precariedade do trabalho, a necessidade de formação e uma organização do trabalho que menospreza a disciplina, além de outros fatores pedagógicos e burocráticos, criam empecilhos ao desenvolvimento de atividades do professor. Apresentar um perfil do docente da disciplina de Sociologia no país, relacionar esse perfil com políticas locais que corroboram para uma falha nas práticas pedagógicas, bem como entender as representações que dentro da instituição escolar são construídas sobre o docente de Sociologia são temas que merecem ser aprofundados.

 

Marco Aurélio Pedrosa de Melo - Doutorando em Sociologia no Programa de Pós-Graduação da Faculdade de Ciências Sociais da Universidade Federal de Goiás – Goiânia/Brasil. Mestrado em Sociologia pela mesma instituição. Especialização em Desenvolvimento Regional e Planejamento Turístico (UEG); Licenciatura e Bacharelado em Ciências Sociais (FCHF-UFG-Goiânia). Atualmente lotado na Universidade Estadual de Goiás - Câmpus Cora Coralina na Cidade de Goiás/Goiás/Brasil e Professor de Sociologia do Ensino Médio na Secretária de Educação, Cultura e Esporte de Goiás. Experiência em pesquisas sociais e docência na área de Sociologia, Metodologia Científica, Educação e Turismo.

  • Faixa publicitária
  • Faixa publicitária
  • Faixa publicitária

Contacte-nos