OLHARES SOBRE JOVENS

Maio 2011 - Demografia

 



PORTUGAL NO CONTEXTO DA EUROPA DO SUL: UMA PAISAGEM DEMOGRÁFICA FORTEMENTE ENVELHECIDA


Percentagem de população jovem do grupo etário dos 0-29 anos por regiões NUTS, 2006






























A paisagem demográfica europeia revela um predomínio de contracção da população mais jovem. No interior do espaço europeu, observam-se porém variações significativas. Neste caso, a Europa do Sul sobressai como uma das regiões que apresenta uma menor proporção de população jovem de entre o conjunto da sua população.

Portugal segue o mesmo padrão: apenas no norte do país (bem como nos Açores e na Madeira) a proporção dos que possuíam menos de 30 anos supera os 37% da população. Valores mais reduzidos verificam-se no centro e em todo o sul do país (jovens representam apenas 34% da população em Lisboa).


JOVENS EM PORTUGAL E NA EUROPA: DA RAREFACÇÃO DEMOGRÁFICA À
IMPORTÂNCIA SOCIAL DA CONDIÇÃO JUVENIL

 

Em termos demográficos, tem vindo a assistir-se no conjunto do território europeu a uma contínua diminuição da importância relativa dos jovens, por oposição a um aumento significativo da população idosa registado nas últimas décadas. De facto, de 1985 a 2007 a Europa “perdeu” 29.730.567 crianças e jovens dos 0 aos 29 anos.





















O mesmo, de resto, ocorre em Portugal. Um olhar mais focado no tempo longo confirma essa tendência de diminuição estrutural, pese embora a ritmos temporais diferenciados de acordo com o grupo etário considerado. As repercussões desta tendência demográfica na sustentabilidade de serviços públicos destinados a esta população não deixam de se fazer sentir.























Fonte: (Base de dados OPJ- Números sobre Juventude) Instituto Nacional de Estatística - Portugal, Recenseamentos Gerais da População (1960, 1970, 1981 e 1991); Censos de 2001; Estimativas Anuais da População Residente (2002-2009).



Não obstante, essa redução demográfica da população juvenil corresponde a um valor social de raridade, o que suscita um interessante paradoxo: à medida que o seu peso demográfico diminui, parece aumentar a sua visibilidade social e política. Sobre os jovens incidem hoje preocupações sociais acrescidas e a eles se consagram um conjunto de direitos e medidas políticas que espelham a importância que a condição juvenil adquire hoje nas sociedades mais envelhecidas.


Maria Manuel Vieira (ICS-UL).





  • Faixa publicitária
  • Faixa publicitária
  • Faixa publicitária

Contacte-nos